Ritidoplastia (Facelift ou Plástica da Face)

Ritidoplastia (Facelift ou Plástica da Face)

A face é composta por camadas de pele, músculo e gordura. Com o tempo, a idade e fatores ambientais – como danos provocados pelo sol – fazem com que a rede de sustentação da pele, constituída por colágeno e elastina, na derme, se rompa. Semelhantes a um elástico que foi esticado, os tecidos do rosto enfraquecem, perdendo a elasticidade e a capacidade de se manterem firmes e vigorosos. Em consequência, a pele perde sua estrutura e elasticidade e se torna frouxa, fazendo com que haja alterações faciais, como rugas, sulcos, perdas de volume, demonstrando os sinais do envelhecimento.

As cirurgias de rejuvenescimento facial atuam nessas alterações, retirando o excesso de pele, corrigindo sua flacidez e reposicionando as estruturas faciais, como músculos e compartimentos de gordura, conferindo ao paciente uma face mais jovem, mais bela, melhorando seu aspecto de cansaço e a autoestima do paciente.

O que é a Ritidoplastia (Facelift ou Lifting Facial completo)?

É a cirurgia indicada para o tratamento dos sinais do envelhecimento localizados na face e no pescoço, usualmente, em pacientes com mais idade e com graus mais avançados de flacidez e excesso de pele, bem como de queda e posicionamento inestético da musculatura e dos compartimentos de gordura da face. Através desta cirurgia, o paciente tem suas estruturas musculares faciais e suas bolsas de gorduras faciais reposicionadas e/ou remodeladas, o excesso de pele retirado e a flacidez da pele corrigida, garantindo-lhe uma face mais bela, mais jovem e mais descansada, com menos rugas e maior turgor e brilho, melhorando sua autoestima.

 Qual a indicação da Ritidoplastia (Facelift ou Lifting Facial completo)?

É indicada para pacientes com sinais moderados a avançados de envelhecimento, localizados na face e no pescoço, remodelando e reposicionando as estruturas faciais acometidas, garantindo um aspecto mais jovial e harmônico ao paciente. Usualmente, realizada por pacientes com mais idade, a partir dos 50-60 anos ou mais de idade, preferencialmente, não fumantes e sem muitas comorbidades.

Pode ser realizada isoladamente ou, mais frequentemente, associada a outros procedimentos, como blefaroplastia ou rinoplastia.

Tipo de anestesia 

Esta cirurgia pode ser realizada sob anestesia local com sedação ou, mais frequentemente, sob anestesia geral.

Tempo do procedimento:

Esta cirurgia tem uma média de duração de 3-4 horas, dependendo de cada caso e se for associada ou não a outros procedimentos.

Tempo de internação:

Usualmente, os pacientes permanecem 24 horas internados, recebendo alta no dia seguinte à realização do procedimento.

Pós-operatório:

Os curativos e os eventuais drenos utilizados costumam ser retirados no dia seguinte à cirurgia, permanecendo o paciente com uma faixa elástica  envolvendo as bochechas, a fronte e a mandíbula por cerca de 14 dia. Os pontos costumam ser retirados entre 7 a 10 dias do pós-operatório, sendo comum o aparecimento de inchaço e manchas roxas nas regiões operadas, que regridem gradualmente no decorrer de poucos dias. É muito importante o uso de filtro solar e evitar o sol nos primeiros 3 meses após a cirurgia. O resultado definitivo só poderá ser avaliado após cerca de 6 meses a 1 ano do pós-operatório.

Possíveis complicações:

É uma cirurgia que costuma apresentar poucas complicações, podendo ocorrer hematomas, seromas, infecções, assimetrias, recidiva da flacidez e do excesso de pele, cicatrizes inestéticas, necrose cutânea e, eventualmente, paralisia facial.