Mamoplastia Redutora (Plástica da Mama)

Mamoplastia Redutora (Plástica da Mama)

O que é a Cirurgia de Redução de Mama?

Durante a adolescência, puberdade, as mamas costumam ser firmes e sem queda ou ptose, devido à maior quantidade de tecido glandular. Com o decorrer do tempo, após ganhos de peso ou gestações, as mamas costumam ser lipossubstituídas, diminuindo a quantidade de tecido glandular, aumentando a quantidade de tecido adiposo (gorduroso), tornando-se flácidas, grandes e caídas.

Também conhecida como mamoplastia redutora ou plástica da mama, a cirurgia de redução da mama remove os excessos de gordura, de tecido glandular e de pele para atingir um tamanho de mama proporcional  ao seu corpo e aliviar o desconforto associado a mamas  muito grandes.

É indicada para mim?

A cirurgia de redução da mama é um procedimento individualizado e você deve fazê-lo para si mesma, não para satisfazer os desejos de outra pessoa ou para tentar se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal.

Redução de Mama é uma boa opção para você se:

  • Você estiver fisicamente saudável,
  • Você tem expectativas realistas,
  • Você não fuma,
  • Você está incomodada com a sensação de que suas mamas são muito grandes,
  • Suas mamas limitam sua atividade física,
  • Você tem dor nas costas, pescoço e ombro causada pelo peso de suas mamas,
  • Você tem depressão nos ombros, no lugar das alças do sutiã, devido ao peso de seus seios,
  • Você tem irritação da pele abaixo do sulco da mama,
  • Suas mamas são flácidas e pendentes,
  • O mamilo está abaixo do sulco da mama quando seus seios não são sustentados,
  • Você tem aréolas alargadas e pele flácida,
  • Você limita suas atividades sociais por causa do tamanho das suas mamas

O Cirurgião também poderá:

  • Avaliar o seu estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes de saúde ou fatores de risco,
  • Examinar suas mamas, tirar medidas detalhadas de seu tamanho e forma, verificar a qualidade da pele e a posição dos mamilos e das aréolas,
  • Tirar fotos para seu prontuário médico,
  • Discutir suas opções e recomendar o tratamento mais adequado,
  • Discutir resultados possíveis do processo de redução de mama e quaisquer riscos ou complicações potenciais,
  • Discutir o tipo de anestesia a ser usado durante o procedimento de redução de mama.

Procedimento Cirúrgico

O que acontece durante a cirurgia de redução da mama?

A cirurgia de redução da mama geralmente é realizada através de incisões nas mamas com a remoção cirúrgica dos excessos de gordura, de  tecido glandular e de pele.

Deverá usar um tipo especial de soutien durante 3 meses, após o qual poderá retornar a todas suas atividades habituais, inclusive atividades com peso, como musculação.

Etapa 1 – Anestesia

Medicamentos são administrados para o seu conforto durante a cirurgia. As opções incluem sedação intravenosa e anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

Etapa 2 – Incisão

Opções de incisão incluem:

  • Padrão circular em torno da aréola. As linhas de incisão que permanecem são visíveis e as cicatrizes permanentes, no entanto, geralmente ficam bem escondidas sob maiô ou sutiã;
  • Padrão de fechadura ou forma de raquete, com uma incisão ao redor da aréola e, verticalmente, para baixo, até o sulco da mama;
  • Padrão de incisão em forma de T invertido ou de âncora;
  • Padrão de incisão em forma de L invertido.

Etapa 3 – Remoção do tecido e reposicionamento

Após a incisão, o mamilo (que permanece com seu suprimento sanguíneo original) é reposicionado. A aréola é reduzida através da excisão de pele no perímetro, se necessário. Tecido mamário subjacente é reduzido, levantado e modelado. Ocasionalmente, em casos de seios extremamente grandes e pendentes, o mamilo e a aréola podem precisar ser removidos e transplantados para posição mais alta no seio (mamilo enxerto livre).

Etapa 4 – Fechando as incisões

Aproximam-se as incisões para remodelar a mama, agora, em menor tamanho. As suturas são realizadas em camadas profundas dentro do tecido mamário para criar e sustentar as mamas; suturas, adesivos, pele e/ou fita cirúrgica podem fechar a pele. As cicatrizes são permanentes, mas, na maioria dos casos, tendem a melhorar significativamente ao longo do tempo.

Tempo do procedimento:

 As cirurgias de mamoplastia redutora duramem media 4 horas e as pacientes permanecem internadas por cerca de 24 horas após o procedimento.

Possíveis complicações:

Podem ocorrer assimetrias, cicatrizes inestéticas, alterações de coloração da pele, problemas na amamentação, hematomas, seromas, infecções, necroses da pele e do mamilo e adormecimento nas regiões das incisões.

Pós-operatório:

É comum o inchaço inicial das mamas após a cirurgia, o qual vai regredindo no decorrer dos dias.  Os curativos e eventuais drenos utilizados costumam ser trocados/retirados no dia seguinte à cirurgia. Após a cirurgia a paciente deve evitar erguer os braços,  evitar pegar pesos, deitar-se de bruços, realizar atividades físicas e dirigir por cerca de um mês. Deverá usar um tipo especial de soutien durante 3 meses, após o qual poderá retornar a todas suas atividades habituais, inclusive atividades com peso, como musculação.

Resultados

Existe um resultado imediato inicial, causado pela redução mamária, mas que vai se alterando com o decorrer do tempo, obtendo-se o resultado definitivo após cerca de 1 ano de pós-operatório.

O novo tamanho da mama ajudará a aliviar a dor e as limitações físicas existentes previamente à cirurgia. A mama mais proporcional poderá melhorar sua autoestima e autoconfiança. No entanto, ao longo do tempo, seus seios podem mudar devido ao envelhecimento, às oscilações de peso, aos fatores hormonais e à gravidade.