Mamoplastia de Aumento (Prótese de Mama)

Mamoplastia de Aumento (Prótese de Mama)

Ginecomastia em Fortaleza

A mamoplastia de aumento ou cirurgia de inclusão de implantes mamários  refere-se ao aumento das mamas através do uso de implantes mamários (próteses de mama/implantes de silicone), usualmente de silicone, para aumentar as mamas de pacientes que apresentam mamas pequenas, que perderam volume após as gestações ou grandes perdas de peso ou ainda, após reconstruções mamárias por lesões diversas.

O que é a Mamoplastia de Aumento?

Também conhecida como cirurgia de colocação de prótese de mama ou de prótese de silicone nos seios , a cirurgia de aumento da mama utiliza implantes mamários, normalmente de silicone, para dar volume às mamas de pacientes que apresentam mamas pequenas ou restaurar o volume mamário perdido após perda de peso ou gravidez.

Se você está insatisfeita com o tamanho da sua mama, a cirurgia de aumento de mama é uma opção a ser considerada. O aumento de mama pode:

  • Aumentar o tamanho e projeção de seus seios,
  • Melhorar o equilíbrio de seu corpo,
  • Melhorar a sua autoestima e autoconfiança.

Os implantes também podem ser utilizados para reconstruir a mama após a mastectomia ou lesão.

O que não acontecerá?

A mamoplastia de aumento não corrige seios severamente caídos. Se você deseja um resultado que corrija a flacidez, o procedimento de elevação da mama pode ser realizado ao mesmo tempo que o aumento de mama ou, então, pode ser necessária uma segunda cirurgia. Seu cirurgião plástico irá ajudá-la a tomar esta decisão.

É certo para mim?

A mamoplastia de aumento é um procedimento individualizado e você deve fazê-lo para si mesma, não para satisfazer a vontade de alguém ou para se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal.

O aumento de mama pode ser uma boa opção para você se:

  • Você estiver fisicamente saudável,
  • Você tiver expectativas realistas,
  • Você estiver incomodada com a sensação de que suas mamas são muito pequenas,
  • Você estiver insatisfeita com suas mamas devido à perda de forma e de volume após a gravidez, à perda de peso ou ao envelhecimento,
  • Seus seios diferirem em tamanho ou forma,
  • Uma ou ambas as mamas não se desenvolveram normalmente.

O cirurgião também poderá:

  • Avaliar seu estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes de saúde ou fatores de risco,
  • Examinar suas mamas, tirar medidas detalhadas de tamanho e forma, verificar a qualidade da pele e posição dos mamilos,
  • Fotografar para prontuário médico,
  • Discutir as opções e recomendar o tratamento mais adequado,
  • Discutir prováveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais,
  • Discutir o tipo de anestesia a ser utilizada durante o procedimento de aumento de suas mamas.

 

Duração do procedimento:

 A cirurgia de mamoplastia de aumento tem duração média de uma a duas horas.

Tipo de anestesia:

 Anestesia local, local com sedação, peridural e geral.

Locais das incisões/cicatrizes:

 As incisões podem ser realizadas nas axilas, ao redor das aréola ou nos sulcos inframamários

Local de colocação das próteses:

 As próteses podem ser colocadas atrás da glândula, atrás do músculo peitoral maior, parcialmente atrás da glândula mamária e parcialmente atrás do músculo peitoral maior, sendo esta escolha dependente das características das mamas e do tórax das pacientes.

 Tipos de próteses utilizadas:

 Existem diversos tipos de próteses mamárias, com diversos formatos, projeções, tamanhos, material de preenchimento e superficies de cobertura.

As próteses mais utilizadas são as de  silicone, redondas ou anatômicas, lisas ou texturizadas, sendo a indicação de cada uma a depender do tipo das características e das expectativas de cada paciente, bem como da experiência e preferência de cada cirurgião.

As próteses não causam câncer de mama e não atrapalham a amamentação.

Possíveis complicações:

 As taxas de complicações são baixas, mas podem ocorrer assimetrias, deiscência (abertura dos pontos), seromas, hematomas, infecções, cicatrizes inestéticas, extrusões das próteses e contraturas capsulares.

Tempo de internação:

As pacientes podem receber alta no mesmo dia da cirurgia, após a total recuperação anestésica  ou,  mais frequentemente, no dia seguinte à cirurgia.

Recuperação Pós-Operatória

É comum o inchaço inicial das mamas após a cirurgia, o qual vai regredindo no decorrer dos dias. Após a cirurgia a paciente deve evitar erguer os braços acima do nível dos ombros,  evitar pegar pesos, deitar-se de bruços, realizar atividades físicas e dirigir por cerca de um mês. Deverá usar um tipo especial de soutien durante 3 meses, após o qual poderá retornar a todas suas habituais, inclusive atividades com peso, como musculação.