Blefaroplastia (Plástica das Pálpebras)

Blefaroplastia (Plástica das Pálpebras)

Com o decorrer do tempo, as estruturas faciais como um todo e as pálpebras, vão se tornando frouxas, levando a um acúmulo de pele e a um eventual abaulamento das suas bolsas de gordura, evidenciadas pelas rugas e dobras de pele, bem como pela protrusão dessas regiões palpebrais, acarretando sinais de envelhecimento, tristeza e cansaço aos pacientes.

A Blefaroplastia visa à correção destas alterações. Através da blefaroplastia são corrigidos os excessos de pele, bem como eventuais excessos e protrusões das bolsas de gordura das pálpebras superiores e inferiores, que conferem ao paciente um aspecto de tristeza e de cansaço, além de poder atrapalhar sua visão.

Condições Tratáveis

  • A cirurgia da pálpebra superior remove o excesso de depósito de gordura que aparece como inchaço nas pálpebras superiores,
  • Pele frouxa ou flacidez que cria dobras ou incomoda o contorno natural da pálpebra superior, às vezes, prejudicando a visão, e pode ser tratada com cirurgia de pálpebra superior,
  • A blefaroplastia da pálpebra inferior remove o excesso de pele e rugas finas na pálpebra inferior,
  • Bolsas sob os olhos podem ser corrigidas por blefaroplastia,
  • A cirurgia de pálpebra inferior pode corrigir queda das pálpebras inferiores.

 

A cirurgia é indicada para mim?

A blefaroplastia é geralmente realizada em homens e mulheres adultos que têm tecido facial e músculos saudáveis, com metas realistas sobre a cirurgia.

Bons candidatos à cirurgia são:

  • Indivíduos saudáveis, sem patologia que possa prejudicar a cicatrização ou aumentar o risco da cirurgia,
  • Não fumantes,
  • Indivíduos com perspectiva positiva e expectativas realistas sobre a cirurgia,
  • Indivíduos sem condições oculares graves.

 

O que esperar da Cirurgia de Pálpebras?

O sucesso e a segurança do procedimento cirúrgico dependem de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

Tipo de anestesia:

Anestesia local, local com sedação ou geral.

Tempo do procedimento:

Esta cirurgia tem duração média de uma a duas horas, dependendo de cada caso e, se for ou não associada a outros procedimentos.

Tempo de internação:

 Os pacientes podem receber alta no mesmo dia após o procedimento, assim que se recuperarem da anestesia,  ou no dia seguinte à cirurgia.

Recuperação Pós-Operatória

Após o procedimento ser concluído, usa-se  uma pomada lubrificante ocular e  compressas frias no local. Em alguns casos, os olhos podem ser cobertos com gaze. Deve-se evitar ambientes muito iluminados, bem como exposição ao sol nos primeiros dias após o procedimento.

Os pontos são usualmente retirados com 5-7 dias.

É comum o inchaço nas pálpebras, bem como o aparecimento de manchas roxas, que vão desaparecendo dentro das 3 primeiras semanas do pós-operatório.

Possíves Complicações:

Podem ocorrer hematomas, seromas, infecção, ectrópio (inversão e queda da pálpebra inferior), deiscência (abertura dos pontos) e perda da visão.