Microagulhamento
11 de setembro de 2017
Lip Lift (lifting nos lábios)
28 de janeiro de 2019

Bioestimuladores são compostos que após serem aplicados nos
tecidos da face promovem uma reação local (bioestimulação) cujo
mecanismo final leva à produção de colágeno e de outros
componentes teciduais, melhorando o aspecto da face como um
todo, atuando, principalmente, na flacidez cutânea decorrente do
processo de envelhecimento e na correção volumétrica de áreas
deprimidas, como sulcos, rugas, depressões cutâneas, cicatrizes
atróficas e áreas com lipoatrofia.


São indicados para o tratamento da flacidez facial através da
bioestimulação de colágeno, atuando na remodelação óssea (perda
óssea decorrente da idade), atrofia dérmica (pele), melhoria dos
músculos faciais e lipoatrofia (perda de volume). Essas ações irão
promover um rejuvenescimento em toda a face e não apenas nos
locais das aplicações, conferindo um aspecto final mais jovem, belo
e natural.


Os principais beneficiados são pacientes que apresentam flacidez
facial, seja pela idade, por cicatrizes de acne, perda de peso, “rosto
magro” ou mesmo atletas de alto desempenho que possuem pouca
gordura e rosto esqueletizado.
Também são muito utilizados em pacientes mais jovens, em torno
dos 30 anos, para a prevenção das causas e dos efeitos do
envelhecimento, retardando e tornando menos intensos os sinais do

envelhecimento.
Existem vários produtos disponíveis, bioabsorvíveis, tendo como
principais componentes, o Ácido –L-Poliláctico e a
Policaprolactona, diferindo no mecanismo de ação, locais de
aplicação, tempo de início da ação, tempo de reabsorção e duração
dos resultados.


Além da face, alguns bioestimuladores também podem ser
aplicados em outros locais corporais, como glúteos e abdômen, no
tratamento da flacidez, estrias e cicatrizes.
O tempo de absorção destes produtos é variável, podendo oscilar
entre 6 meses a 3 anos, dependendo do produto utilizado e das
características do paciente. O tempo de absorção não é o mesmo
da duração dos efeitos dos produtos, sendo este último, variável
também, mas reduzido em relação ao de absorção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *